Publicidade

Grupo de corintianos acaba com bloqueio bolsonarista em SP e viraliza | Brazil News Informa

Grupo de corintianos acaba com bloqueio bolsonarista em SP e viraliza | Brazil News Informa

Um grupo de torcedores do Corinthians se mobilizou, na noite de hoje (1), e acabou com um dos bloqueios feitos por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) na cidade de São Paulo. O movimento aconteceu na Ponte das Bandeiras, que cruza a Marginal Tietê, e rapidamente viralizou nas redes sociais.

Os vídeos que circulam na internet, recebidos pela reportagem, mostram carros dos apoiadores de Bolsonaro obstruindo uma via e saindo apressados com a chegada dos torcedores do Corinthians, membros do movimento Somos Democracia. Em contato com o UOL Esporte, o líder Danilo Pássaro afirmou que tudo ocorreu de forma pacífica.

A cidade de São Paulo, assim como o restante do país, tem sido alvo de bloqueios em ruas e estradas, organizados por apoiadores de Jair Bolsonaro. Os atos são um protesto pela vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno das eleições presidenciais, realizadas no último domingo (30). Em publicação nas redes sociais, hoje, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que há 190 pontos de interdição ativos nas estradas federais de todo o país.

"Começamos a debater o que fazer (diante dos bloqueios) e entendemos que a gente estava disposto a defender a democracia. A gente sabia que eles estavam debaixo do nosso nariz, obstruindo via, mexendo com que passasse, e a gente foi com o objetivo de fazer o nosso manifesto, gritar pela democracia, e curiosamente eles começaram a sair correndo, entraram nos carros, foram para perto da polícia. Estendemos a nossa faixa onde estava a deles e saímos pacificamente. Sem nenhum confronto ou conflito", explicou Danilo.

Ele explica que a iniciativa desta noite não foi isolada, pois o grupo — iniciado em 2020 — incentivou jovens a tirar título de eleitor e apoiou o candidato — e presidente eleito — Luiz Inácio Lula da Silva. "A gente fez campanha pelo Lula, sobretudo pelo que o Bolsonaro representa, e a gente tem um histórico de defesa da democracia", contou.

Não foi a primeira vez que Danilo Pássaro participou de eventos em prol da democracia. Em 2020, ele foi um dos organizadores de um ato pró-democracia na Av. Paulista, que uniu torcedores dos quatro clubes grandes da capital paulista (Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo). Na ocasião, o ato não era direcionado unicamente a Bolsonaro, mas sim de combate à ameaça autoritária no país. Mesmo assim houve confronto entre as partes.

Apesar da iniciativa desta noite ser pacífica, os apoiadores de Bolsonaro se assustaram com a chegada dos corintianos. Em um dos vídeos que circula nas redes sociais, é possível ver que uma moto foi abandonada, com capacete, chave e até lanche.

Alguns integrantes do grupo alvinegro "inspecionaram" o veículo e na sequência entregaram a chave para a polícia, que estava próxima do local da manifestação.

Este, porém, não foi o único movimento de torcedores em combate a bloqueios organizados por bolsonaristas. Uma torcida organizada do Atlético-MG criou a "tropa do fura bloqueio" para conseguir chegar ao estádio do Morumbi para acompanhar à partida contra o São Paulo, hoje, pelo Campeonato Brasileiro.

A Império Alviverde, torcida do Coritiba, adiantou que não vai haver obstáculo no caminho para Caxias do Sul, onde o Coxa enfrenta o Juventude, amanhã (2), em jogo decisivo para equipe paranaense na luta contra o rebaixamento. Através das redes sociais, a organizada do clube paranaense garantiu que bloqueios na estrada "não serão problema" na viagem.

Já a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está monitorando a logística dos clubes, arbitragem e demais personagens envolvidos nas partidas das rodadas da Série A e B do Brasileiro. Até o momento, não houve problemas maiores.

Diferentemente do que foi informado no texto, o segundo turno das eleições presidenciais aconteceu no dia 30, e não 31. O erro foi corrigido.

Fonte: UOL



Postar um comentário

0 Comentários