Publicidade

Quem tiver este erro no CPF ficará sem a nova identidade | Brazil News Informa

Quem tiver este erro no CPF ficará sem a nova identidade | Brazil News Informa

O novo documento de identidade chegou em agosto deste ano a alguns estados brasileiros. Desse modo, os estados que ainda não aderiram ao Novo RG têm até março de 2023 para emitir o novo documento. 

Dessa maneira, parte dos brasileiros desejam solicitar a CIN (Carteira de Identificação Nacional) mas não conseguem devido a um erro no CPF.

Fraudes

Primeiramente, uma das medidas tomadas pelo governo, visando evitar fraudes, foi unificar a numeração da CIN através do CPF. Até o momento, o cidadão poderia ter até 27 números diferentes, tirando um RG em cada estado. 

Portanto, para ter acesso a nova identidade, o cidadão precisa estar com o CPF regularizado junto à Receita Federal. Desse modo, quem tem qualquer pendência precisa resolvê-la antes de solicitar a nova versão do RG.

Como resolver pendências no CPF?

A regularização pode ser feita no site da Receita e é destinada tanto aos que estão com a inscrição “Suspensa”, quanto para quem está com a situação “Pendente de Regularização”.

Assim, caso haja algum protocolo de atendimento, será preciso enviar alguns documentos através do e-mail para o Fisco. Entre esses documentos pode-se citar RG, certidão de nascimento ou casamento, comprovante de endereço e selfie segurando a identidade. 

Já para jovens menores de 16 anos, também é necessário encaminhar o documento de identidade com foto do responsável que realizou a solicitação de atualização, além do documento que comprove a tutela ou guarda. 

Por fim, a outra forma de regularizar o cadastro, alterar dados e até emitir o CPF é procurar uma agência dos Correios. Desse modo, cidadãos maiores de 18 anos e menores de 70 anos devem apresentar título de eleitor, comprovante de alistamento eleitoral, protocolo de inscrição ou certidão da Justiça Eleitoral, além do pagamento de uma taxa de R$ 7.

Nova Carteira de Identidade 

Nesse primeiro momento, as Secretarias de Segurança Pública de cada estado e do Distrito Federal serão responsáveis pelo novo RG. Além disso, cada estado terá até março de 2023 para conseguir emitir o documento. 

Confira quais são as novidades da Carteira de Identidade:
  • Design único para todos os estados brasileiros e Distrito Federal;
  • Número igual ao CPF;
  • QR Code com a intenção de validar o documento através do celular, até mesmo quando o usuário estiver offline; 
  • Código MZR, que trará informações do titular e poderá ser lido por equipamentos, como os passaportes;
  • Validade variável, de acordo com a idade do titular.

Postar um comentário

0 Comentários