Homem confessa ter matado o próprio irmão durante culto evangélico | Brazil News Informa



 Homem confessa ter matado o próprio irmão durante culto evangélico | Brazil News Informa



O homem morto a tiros durante um culto evangélico no último domingo (10/07), em São Sebastião do Paraíso, Sudoeste de Minas, seria irmão do assassino. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi detido durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-116, em Teófilo Otoni, e confessou ser o autor dos disparos que matou o próprio irmão, Kauê Alves dos Santos, de 26 anos.

A prisão, nessa segunda-feira (11/07), ocorreu a 837 quilômetros de São Sebastião do Paraíso. A PRF prendeu quatro pessoas que estavam no veículo: três homens e uma mulher. O carro tinha placas do Ceará.

Durante a abordagem policial, foram apreendidos dinheiro, 60 munições e uma arma, que pode ter sido utilizada no crime. Ainda de acordo com a PRF, o autor saiu do Ceará para cometer homicídio contra o próprio irmão, em Minas. O suspeito contou que a vítima havia matado o primo deles com a ajuda de um tio, em março deste ano.

Outro caso

O homem de 26 anos, morto durante o culto na igreja era tio do menino de 7 anos baleado na cabeça, no mês passado, também em São Sebastião do Paraíso. Na época, a família contou aos bombeiros que a arma escondida na casa foi encontrada por quatro crianças quando o disparo aconteceu acidentalmente.

A Polícia Civil não descarta a relação do assassinato na igreja com o disparo na criança, já que todos os envolvidos são da mesma família.

Segundo a polícia, Kauê estaria com um irmão de criação dele, a mulher e quatro filhos desse casal. Eles teriam se mudado há cerca de três meses para São Sebastião do Paraíso, onde estavam, segundo eles, tentando a vida na cidade.

O homicídio

A vítima participava de um culto religioso no bairro João XXIII, quando o suspeito invadiu o local e fez os disparos. Kauê foi atingido com três tiros na cabeça.

Após atirar na vítima, o suspeito saiu da igreja e entrou em um carro que estava estacionado próximo ao local e onde estavam outras pessoas, segundo uma testemunha

Fonte: Estado de Minas

Postar um comentário

0 Comentários