Chinês é sequestrado e se torna ‘escravo’ para a retirada de sangue | Brazil News Informa



Chinês é sequestrado e se torna ‘escravo’ para a retirada de sangue | Brazil News Informa

Um segurança chinês, de 31 anos, foi sequestrado e mantido em cativeiro por meses como “escravo de sangue” no Camboja. O crime aconteceu após a vítima responder a um anúncio de emprego que se revelou falso. As informações são do ‘Extra’.

A vítima foi sequestrada em agosto do ano passado e teve cerca de 800ml de sangue coletados a cada mês. Uma doação normal costuma envolver 450ml por vez. O sangue drenado do homem teria sido vendido no mercado clandestino.

Com os braços feridos pela repetição exaustiva da retirada de sangue, o homem teve a cabeça sugada, já que as veias do braço não podiam mais fornecer sangue suficiente. A vítima só conseguiu escapar do cativeiro neste mês, quando um dos membros da quadrilha criminosa o ajudou.

O homem está internado em um hospital após sofrer ameaça de falência múltipla de órgãos. Seu quadro de saúde é considerado estável. Segundo o “South China Morning Post”, a polícia local prendeu sete homens relacionados ao caso


Postar um comentário

0 Comentários