ABSURDO! Jovem mata a tiros namorada por não aceitar que ela usasse biquíni; veja as imagens | Brazil News Informa



ABSURDO! Jovem mata a tiros namorada por não aceitar que ela usasse biquíni; veja as imagens | Brazil News Informa






Um crime por motivo fútil deixou indignado moradores em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital goiana, depois que uma jovem de apenas 19 anos, foi executada a tiros, pelo próprio namorado, de 18, no Setor Independência Mansões. Segundo informações da Polícia Civil de Goiás (PCGO), o desentendimento, que ceifou a vida da garota, teria sido motivado pelo ciúme do rapaz, que não tolerava que sua namorada usasse biquíni.

O delegado responsável pelo caso,  Hudson Benedetti, revelou que a vítima foi executada no dia 15 de novembro. No dia do crime o casal estava em uma chácara, com familiares, quando após uma discussão acalorada, a moça terminou o relacionamento.

Câmeras do circuito interno de segurança, a partir do primeiro minuto (1’04”) é possível ver o exato momento que a jovem se aproximando do veículo estacionado,  próximo ao cruzamento das avenidas, e é brutalmente alvejada a tiros. Momentos depois, moradores e pessoas que passavam pelo local presenciarem a jovem já sem vida.

“Conforme a investigação e confirmado por familiares que prestaram depoimento hoje (17/11), eles estavam em uma chácara e teriam discutido por ciúmes, o rapaz tinha um comportamento possessivo. Em razão disso, eles terminaram o relacionamento. Mais tarde, o jovem foi até a casa dela para tirar satisfações, já armado e, lá, familiares separaram a briga. Ele já havia feito alguns disparos”, afirmou o o delegado.

“No entanto, segundo os familiares, ela era muito submissa ao namorado e, não acreditando que ele a mataria, ela fez contato com ele e marcaram um encontro próximo à casa dela. Pelas imagens dá para ver que ela vai em direção ao carro e ele dispara. Foram cinco tiros, dois atingiram a cabeça e três o tórax. Ela morreu na hora”, completou o Benedetti.

Postar um comentário

0 Comentários