Publicidade

Vídeo: Moradores reclamam de adolescentes invadindo escola para fazer sexo | Brazil News Informa

Vídeo: Moradores reclamam de adolescentes invadindo escola para fazer sexo | Brazil News Informa

Moradores de um condomínio residencial na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), ao lado de uma escola municipal, estão assustados com as cenas que têm flagrado nas últimas semanas dentro da instituição de ensino. Adolescentes estão invadindo o local para ter relações entre eles.

Um morador que procurou a Banda B, e preferiu não ser identificado, revelou que a situação vem acontecendo ao longo do período de férias. No momento, a escola está fechada, sem aulas.

“Eles acessam de alguma forma o colégio e praticam por lá em vários cantos do estabelecimento de ensino. Da última vez aconteceu no pátio. Essa foi a terceira vez e conseguiram filmar, porque geralmente eles ficam embaixo do ginásio e os celulares desfocam”, afirmou.

A cena no pátio da escola nesta sexta-feira (20) foi registrada por um morador da janela de seu apartamento. Nas imagens é possível ver três adolescentes, pelo menos um deles com o shorts abaixados e as nádegas à mostra. Assista à cena:

“Todos os moradores que moram na lateral do colégio já relataram terem visto a mesma situação nesses dias. Os relatos são de uns vinte dias para cá. São entre três e quatro adolescentes e não sei dizer se são sempres os mesmos ou se são alunos do colégio. Provavelmente moram na região, porque escolhem sempre o mesmo lugar”, continuou.

Prefeitura

A reportagem da Banda B entrou em contato com a Prefeitura de Curitiba para comunicar a situação. A orientação é que assim que flagrarem cenas como essas descritas, os moradores acionem a Guarda Municipal.

O policiamento no local já teria sido reforçado e o Núcleo Regional da Educação também acionou o Conselho Tutelar.

Leia a nota da Prefeitura de Curitiba na íntegra:

“A Prefeitura de Curitiba já reforçou o policiamento no local. O Núcleo Regional da Educação também acionou o Conselho Tutelar. Ao se deparar com esse tipo de situação, o cidadão deve ligar no telefone 153 de imediato, para que uma equipe próxima seja deslocada.”


Fonte: BandaB

Postar um comentário

0 Comentários