Publicidade

Tabela do Imposto de Renda em 2023 isenta quem ganha até ESTE valor | Brazil News Informa

Tabela do Imposto de Renda em 2023 isenta quem ganha até ESTE valor | Brazil News Informa

O Imposto de Renda está com novas regras para o ano de 2023. O motivo? Não tem sido feita uma atualização na tabela do tributo há oito anos. Por essa razão, o número de brasileiros que precisam prestar contas com a Receita Federal subirá. A notícia não tem agradado tanto! Veja quem fica isento deste repasse.

Durante a sua campanha, Jair Bolsonaro fez aos eleitores a promessa de realizar um reajuste na tabela do Imposto de Renda. Apesar disso, nos últimos quatro anos em que esteve à frente da presidência do Brasil, nada foi realmente feito. O então candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), agora presidente eleito, também se comprometeu com isso.

Tabela do Imposto de Renda

Apesar disso, a reforma na tabela deve acontecer somente nos próximos anos. A estratégia de Lula é ampliar a isenção para os contribuintes que ganham até R$ 5 mil. No momento, dois projetos acerca da revisão do imposto tramitam no Congresso Nacional. Um deles está parado no Senado.

Ainda em 2023, todos os brasileiros que receberam até R$ 1.903,98 por mês em 2022 terão que pagar o imposto.

A alíquota depende dos ganhos e varia de 7,5% a 27,5%, conforme as informações abaixo:
  • Entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65: alíquota de 7,5%;
  • Entre R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05: alíquota de 15%;
  • Entre R$ 3.751,06 e R$ 4.664,68: alíquota de 22,5%;
  • Acima de R$ 4.664,68: alíquota 27,5%.
De acordo com dados da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco Nacional), se a tabela do imposto fosse atualizada, o teto de isenção passaria para R$ 4.464,83.

O número de cidadãos isentos passaria de 8,7 milhões para 27,9 milhões. Nas condições atuais, a isenção do Imposto de Renda é um benefício garantido a todos os contribuintes que receberam menos do que o teto no ano passado ou cumprem com algumas exigências. São elas:
  • Aposentados e assalariados que ganharam menos de R$ 28.559,70 em 2022;
  • Pessoas com rendimentos de aposentadoria, pensão ou reforma abaixo do limite;
  • Cidadãos com doenças consideradas graves, como HIV, câncer, cardiopatia grave, cegueira, alienação mental e outras patologias.

Postar um comentário

0 Comentários