Publicidade

O incômodo silêncio, e as respostas vazias, de Kaká, Ronaldo, Rivaldo, os ídolos que desprezaram o velório e enterro de Pelé | Brazil News Informa

O incômodo silêncio, e as respostas vazias, de Kaká, Ronaldo, Rivaldo, os ídolos que desprezaram o velório e enterro de Pelé | Brazil News Informa

"Nós, brasileiros, às vezes não reconhecemos nossos talentos. Se vocês (estrangeiros) virem o Ronaldo Fenômeno andando por aqui, vão pensar 'uau', porque ele tem algo diferente. No Brasil, é só um mais um gordo andando pela rua."

"Fui no velório desses dois aqui, meus pais, os Reis dessa terra pra mim, ninguém aqui das redes foi, fui pra chorar, orar e sofrer por saber que nunca mais iria vê-los, não pedi homenagem de ninguém, não julguei ninguém, não dei entrevista, e pra mim não foi um show, até entendo vcs me cobrarem pelo o que representa o Pelé, que será eterno, mas ao Edson hoje, só posso fazer uma oração! Descanse em paz!! Meus sentimentos a família!"

"Eu falo por mim, que mesmo se eu estivesse no Brasil não tenho certeza se iria ao velório mesmo sabendo que o Pelé foi o melhor de todos os tempos.

"Não gosto de fazer homenagem nesta hora, não sou contra quem quer fazer. Eu conheci o Pelé, tive várias vezes com ele e tive a oportunidade de honrar e homenagear ele em vida. Mostrei meu carinho e admiração por ele em cada momento e ele sempre agradeceu por isso."

Neymar foi marcado no Instagram da irmã de Marquinhos, companheiro do PSG. No vídeo fica claro que o atual camisa 10 da seleção estava cantando e dançando enquanto Pelé era velado na Vila Belmiro.

De acordo com nova versão da imprensa francesa, o PSG não teria proibido o jogador brasileiro de ir ao velório, já que estava suspenso. Só que ele deveria vir em um dos seus dois jatos particulares e voltar imediatamente. Nada de passar o Réveillon no Brasil.

Ronaldo Fenômeno postou uma foto da comemoração do aniversário de 102 anos do Cruzeiro.

Romário postou uma foto com sua neta, Maria Eduarda.

Dunga publicou uma frase de autoajuda.

"Não olhe muito para trás e não olhe muito para a frente. Viva o presente. Feliz Ano Novo." 

Os demais tetracampeões e pentacampeões e os jogadores que fracassaram com a camisa do Brasil nas Copas de 2006, 2010, 2014, 2018 e 2022, que não foram ao velório, ao enterro de Pelé, se calaram. Alguns se limitaram a fotos com o melhor jogador de todos os tempos.

A postura dos jogadores confirmou a mágoa que ficou nos atletas que defenderam a seleção. Até hoje não aceitaram as críticas que Pelé fez. Principalmente antes das Copas de 1994 e 2002, que o Brasil acabou vencendo. 

Foi uma estranha coincidência todos os atletas tetracampeões e pentacampeões não aparecerem. Eles mantêm grupos de WhatsApp e conversam regularmente.

Os únicos jogadores campeões mundiais foram Mauro Silva, vice-presidente da Federação Paulista de Futebol. E Clodoaldo, companheiro de Pelé, na década de 70.

A repercussão do desprezo dos campeões mundiais ao velório e enterro de Pelé ganhou espaço na mídia internacional.

Foram 1.156 jornalistas credenciados para o velório. De 31 países.

O estranhamento com a ausência dos últimos campeões mundiais foi enorme.

A família de Pelé ainda não se manifestou.

Mas a decepção foi enorme, garantem jornalistas santistas ligados principalmente ao filho Edinho.

No fundo, Kaká se mostrou um grande analista da alma dos brasileiros.

"Não reconhecemos nossos talentos", disse ele.

O desprezo dos tetracampeões e pentacampeões mundiais a Pelé é a confirmação.

A começar por ele mesmo...

Fonte: R7

Postar um comentário

0 Comentários