Publicidade

Mãe registra filha com nome inédito no Brasil. Veja! | Brazil News Informa

Mãe registra filha com nome inédito no Brasil. Veja!  | Brazil News Informa

Na hora de escolher o nome para um filho, muitas pessoas buscam homenagear um familiar, um esportista ou um cantor famoso, figuras bíblicas, entre outras possibilidades. No caso de Daniele Pereira Brandão Xavier, a escolha do nome da filha era inédito.  

A mãe decidiu que a filha se chamaria 'Amayomi'. Como não foi encontrado nenhum registro do uso deste nome no Brasil, foi necessária uma autorização do cartório.

Ao descobrir a gravidez, Daniele contou em entrevista à Revista Crescer que, ao conversar com sua irmã Kelly sobre o nome da nova filha, fizeram "algumas pesquisas". "Vimos que existia 'Amayomi'. Achei superparecido com o nome da mais velha, Amabile, então decidi naquele momento que seria 'Amayomi'", disse.

Ao registrar a filha na maternidade em São Paulo - o nascimento ocorreu em outubro de 2022 -, a atendente achou o nome diferente e buscou nos registros se já havia sido registrado em outras ocasiões.

“Ela fez várias pesquisas a respeito e só achava o nome Abayomi. A funcionária me informou que teria que pedir autorização do cartório central para registrar. Caso contrário, só poderia registrar após processo judicial”, relatou a mãe.

Após uma análise para avaliar se o nome não é difícil de ser pronunciado ou vexatório para o recém-nascido, o cartório deu autorização para que a criança fosse registrada como Amayomi.

“Saber que minha bebê é a primeira e única é algo bem diferente", afirmou a mãe, orgulhosa de Amayomi ser a primeira pessoa com essa nomenclatura no Brasil.

Além das duas, ela ainda tem outro filho, chamado Davi, de 20 anos. A gravidez da mais nova não estava nos planos da mulher. “Descobri a gestação no momento que soube que iria ser avó da Laurinha, filha do meu filho Davi”, detalhou.

Apesar da surpresa inicial, Amayomi nasceu no mesmo período em que o pai de Daniele Pereira faleceu e se tornou um presente ainda mais especial. “Agradeço a ela todos os dias por ser um anjo enviado por Deus para diminuir essa dor.”

Fonte: Correio Braziliense 

Postar um comentário

0 Comentários