Publicidade

Lula anuncia novos ministros; assista ao vivo! | Brazil News Informa

Lula anuncia novos ministros; assista ao vivo! | Brazil News Informa

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anuncia, na manhã desta quinta-feira (22), novos ministros que estarão junto com ele à frente do governo a partir do dia 1º de janeiro de 2023. Diplomado, até o momento o petista divulgou os chefes de seis das 37 pastas da Esplanada dos Ministérios.

São eles: Fernando Haddad (Fazenda), Rui Costa (Casa Civil), Flávio Dino (Justiça), José Múcio Monteiro (Defesa) e Mauro Vieira (Relações Exteriores), anunciados em 9 de dezembro. No último dia 11 foi confirmada a cantora Margareth Menezes (Cultura), após pressão para a indicação de uma mulher. Lula também já apresentou Aloizio Mercandate como futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O novo governo deve seguir a estrutura do segundo mandato de Lula, entre 2003 e 2011. Nesse sentido, ocorre a recriação de ministérios como o da Cultura, Esportes, Cidades, Igualdade Racial e Pesca. Outras pastas serão fragmentadas para cuidar de diferentes temas. Um exemplo é o atual ministério da Economia, que passa a ser dividido em Fazenda, Planejamento, Gestão e Inovação e Indústria e Comércio.

Além disso, há a criação de ministérios inéditos, como o dos Povos Originários, uma promessa de campanha de Lula. O Executivo também passa a ter um órgão específico para Portos e Aeroportos, desmembrado do atual Ministério da Infraestrutura.

O futuro chefe da Casa Civil, Rui Costa, prometeu o anúncio de “quase a totalidade” dos nomes nesta quinta. Veja a seguir os ministros já confirmados e os cotados:

Na presidência da República

Casa Civil

Rui Costa.

Secretaria-Geral da República:

Márcio Macêdo – deputado federal, vice-presidente nacional do PT e tesoureiro da campanha de Lula.

Emídio de Souza – deputado estadual (PT-SP).

Marco Aurélio Carvalho – advogado e coordenador do Grupo Prerrogativas.

Relações Institucionais


Alexandre Padilha – deputado federal e ex-ministro da Saúde de Dilma Rousseff.

Gabinete de Segurança Institucional (GSI)


Marco Edson Gonçalves Dias – ex-segurança pessoal de Lula e chefe da Coordenadoria de Segurança Institucional da ex-presidente Dilma Rousseff.

Secretaria de Comunicação


Paulo Pimenta – deputado federal (PT-RS) e jornalista.

Rui Falcão – (PT-SP) e jornalista.

Sidônio Palmeira – publicitário e marqueteiro de Lula.

Advocacia-geral da União (AGU)


Jorge Messias – procurador da Fazenda Nacional e ex-assessor de Dilma.

Daiane Nogueira de Lira – chefe de gabinete de Dias Toffoli no STF.

Anderson Pomini – advogado e ex-secretário de Justiça de São Paulo no governo Dória.

Corregedoria-Geral da União (CGU)


Vinícius Marques de Carvalho – advogado do Grupo Prerrogativas e ex-presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Juliano Breda – advogado do Grupo Prerrogativas e de Gleisi Hoffmann, presidente do PT.

Mauro Menezes – advogado do Grupo Prerrogativas e ex-presidente da Comissão de Ética Pública de Dilma e de Michel Temer.

Agricultura


Simone Tebet – senadora e ex-candidata à Presidência da República em 2022.

Carlos Fávaro – senador e ex-vice-governador de Mato Grosso.

Neri Geller – deputado federal e ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Nilson Leitão – deputado federal.

Relações Exteriores


Mauro Vieira.

Pesca


Fábio Bernardino – subsecretário de Administração Geral da Secretaria de Empreendedorismo do GDF.

Ciência e Tecnologia


Luciana Santos – vice-governadora de Pernambuco.

Defesa


José Mucio Monteiro.

Fazenda


Fernando Haddad.

Planejamento


André Lara Resende – economista e um dos mentores do Plano Real.

Renan Filho – senador e ex-governador de Alagoas.

Wellington Dias – senador e ex-governador do Piauí.

Desenvolvimento


Geraldo Alckmin – vice-presidente eleito e ex-governador de São Paulo.

Esporte


Ana Moser – ex-jogadora de vôlei e medalhista olímpica.

Leila Barros – senadora e ex-jogadora de vôlei.

Marta – ex-jogadora de basquete.

Indústria e Comércio


Armando Monteiro – ex-ministro Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior de Dilma.

Pedro Wongtschowski – presidente do conselho de administração do grupo Ultra.

Desenvolvimento Social, Família e Combate e Fome

Wellington Dias – senador e ex-governador do Piauí.

Simone Tebet – senadora e ex-candidata à Presidência da República em 2022.

Gestão e Inovação


Esther Dweck – economista e ex-secretária do Orçamento Federal de Dilma.

Educação


Camilo Santana.

Igualdade Racial


Anielle Franco – educadora e irmã de Marielle Franco.

Martvs das Chagas – sociólogo e ministro da Promoção Racial de Lula.

Justiça e Segurança Pública


Flávio Dino.

Minas e Energia


José Priante – deputado federal.

Jader Filho – presidente do MDB no Pará.

Cultura


Margareth Menezes.

Portos e Aeroportos


Márcio França – ex-governador de São Paulo.

Transportes


Alexandre Silveira – senador.

Meio Ambiente


Marina Silva – ex-ministra do Meio Ambiente e deputada federal eleita.

Randolfe Rodrigues – senador e líder da oposição ao governo Jair Bolsonaro no Senado.

Trabalho e Emprego


Luiz Marinho – ex-ministro do Trabalho e deputado federal eleito.

Previdência


Marília Arraes – deputada federal e ex-candidata ao governo de Pernambuco.

Saúde


Nísia Trindade – presidente da Fiocruz.

Povos Originários


Sonia Guajajara – deputada federal eleita e liderança indígena.

Joenia Wapichana – advogada e deputada federal.

Eliésio Marubo – procurador jurídico da União dos Povos Indígenas do Vale do Javari.

Mulheres


Debora Diniz – antropóloga e professora universitária.

Maria Helena Guarezi – ex-funcionária de Itaipu.

Desenvolvimento Agrário


Valmir Assunção – deputado federal e militante do MST.

Edegar Pretto – deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa do RS.

Cidades


Paulo Teixeira – deputado federal.

Márcio França – ex-governador de São Paulo.

Direitos Humanos


Silvio Almeida – advogado, filósofo e professor universitário.

Comunicação Social


Randolfe Rodrigues – senador e líder da oposição ao governo Jair Bolsonaro no Senado.

Turismo

Pedro Paulo – deputado federal e economista.

Fonte: Metrópoles 

Postar um comentário

0 Comentários