Publicidade

Dinheiro esquecido de até R$ 1.100 impressiona os trabalhadores | Brazil News Informa

Dinheiro esquecido de até R$ 1.100 impressiona os trabalhadores | Brazil News Informa

Recentemente, o Ministério do Trabalho e Previdência informou que cerca de 320 mil trabalhadores não sacaram o abono salarial PIS/Pasep referente ao ano-base 2019. No entanto, felizmente, ainda é possível solicitar o dinheiro e conseguir sacar a grana extra.

A saber, o resgate deveria ter sido realizado entre os meses de julho de 2019 e junho de 2020. Todavia, com o prazo encerrado, foi preciso anunciar uma nova oportunidade para o resgate retroativo. Desse modo, é importante se atentar ao novo prazo limite, sendo até o dia 29 de dezembro.

Quem tem direito ao abono salarial retroativo?

De acordo com as regras, o acesso ao benefício é garantido aos trabalhadores que cumprirem as seguintes condições:
  • Estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base de 2019;
  • Ter exercido atividade remunerada por, pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base de 2019, é requisito para receber o benefício; e
  • Possuir os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS)/eSocial.
É importante salientar que o PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado pela Caixa Econômica Federal, enquanto o Pasep é destinado aos servidores públicos através do Banco do Brasil.

Como consultar o abono salarial retroativo?

Para quem recebe o PIS (trabalhador de empresa privada):

  • No Aplicativo Caixa Trabalhador;
  • No site da caixa;
  • Pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207.

Para quem recebe o Pasep (servidor público):

  • Pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas);
  • 0800 729 0001 (demais cidades);
  • 0800 729 0088 (deficientes auditivos).
Vale ressaltar que os trabalhadores também podem consultar o PIS/Pasep pelo central de atendimento Alô Trabalho, no número 158, além do aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível para Android e iOS.

Como sacar o abono salarial?

O saque do abono salarial pode ser solicitado em uma das agências do Ministério do Trabalho e Previdência. Todavia, o procedimento podem ser realizado das seguintes formas:
  • Através da central Alô Trabalhador, pelo telefone 158;
  • Por meio de uma mensagem de e-mail, pelo endereço uf@economia.gov.br, substituindo as letras ‘uf’ pela sigla do estado em que reside;
  • Pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital (CTPS); ou
  • Através do Portal Gov.br.
Por fim, é importante ressaltar que o valor do benefício pode variar de R$ 92 a R$ 1.100, conforme a quantidade de meses trabalhados no ano-base. Aqueles que exerceram atividade remunerada com a carteira assinada durante os 12 meses de 2019 terão acesso ao valor maior.


Postar um comentário

0 Comentários