Publicidade

Castanhal: Empresário agradeceu pela loja onde foi morto | Brazil News Informa

Castanhal: Empresário agradeceu pela loja onde foi morto | Brazil News Informa

Um jovem com sonhos, ambições e muitos agradecimentos a fazer. Assim pode ser definido Ycaro Lucas, empresário que perdeu a vida no início da tarde desta quarta-feira (21) durante uma ação criminosa dentro de sua própria loja, localizada em Castanhal, nordeste do Pará.

Na ação, tanto Ycaro quanto os dois criminosos que se envolveram no assalto à loja de celulares morreram. O empresário trocou tiros com os criminosos, mas acabou sendo baleado e não resistiu aos ferimentos.

Nas redes sociais, Ycaro Lucas costumava publicar fotos agradecendo a Deus pelo empreendimento que possuía, além de fazer vídeos falando sobre ofertas e promoções da loja que levava suas iniciais: Y.L Celulares, cujo foco era a venda de iPhones. O negócio seguia em plena expansão, com o anúncio de uma nova futura unidade em Imperatriz, no Maranhão.

Além disso, Ycaro, por diversas vezes, compartilhava fotos com seus dois filhos e a esposa, além de participar de vídeos de humor com funcionários e clientes da empresa.

Mas uma imagem em especial, bastante emblemática, tem chamado a atenção de conhecidos, amigos e parentes de Ycaro. Nela, que foi publicada no dia 12 de novembro de 2021, ele aparece ajoelhado em frente ao estabelecimento comercial no dia da inauguração do local em que, pouco depois de um ano, viria a perder a vida.

Na legenda, ele escreveu: "Hoje é meu aniversário e Deus me abençoou com esse presente! Mais novo empreendimento! Gratidão por tudo meu Senhor. Agradeço a Deus, todos meus familiares e meus amigos! Todos vocês fizeram parte para esse sonho se tornar realidade".

Comovidos com a morte brutal de Ycaro, seguidores começaram a deixar mensagens de apoio e carinho aos familiares do empresário, tanto nesta publicação quanto em outras.

Outra postagem, esta do perfil da loja Y.L Celulares, mostra Ycaro ensinando os seguidores e clientes a evitarem dores de cabeça com a perda de iPhones em caso de assaltos.

O empresário, que costumava expor boa parte de sua rotina nas redes sociais, tem outras publicações onde aparece pilotando uma moto de alta cilindrada. Na legenda do vídeo em questão, ele refletiu: "O que vale dessa vida é ver como você vai aproveitá-la! Viva cada momento!"


Em sua publicação mais recente no perfil do Instagram, há três dias atrás, Ycaro comemorava o aniversário de três anos de seu filho mais velho. "Feliz 3 aninhos meu filho! Papai ama você demais! Meus pais sempre me falavam :'Quando você tiver filhos, você vai saber'. E hoje eu sei o que é amor de verdade. Você e seu irmão são tudo pra mim. Feliz aniversário", escreveu.

O CASO

Tudo ocorreu no início da tarde desta quarta-feira (21). Imagens das câmeras do circuito interno da loja Y.L Celulares mostram como tudo ocorreu.

É possível ver, em um primeiro momento, um dos criminosos, vestido com uma blusa branca e boné preto, anunciando o assalto após fingir ser um cliente.

Após render o proprietário e dois funcionários, o bandido vai até a porta e a destranca para que seu comparsa, de roupa preta, também entre no local. Quando o criminoso de blusa branca se aproxima novamente do balcão, é surpreendido pelo dono da loja, que, agora armado, dispara contra o homem. Os dois, então, passam a trocar tiros.

O segundo criminoso, assustado, também se aproxima do balcão com uma arma em punho e ambos passam a atirar à queima-roupa no empresário, que morre no local.

Em seguida, o criminoso de roupa preta foge e deixa o comparsa de blusa branca para trás. O de branco atingido pelos tiros e aparece mancando e sujo de sangue. Desorientado e fraco, ele tenta sair, mas volta e se senta em um sofá no interior do estabelecimento, com a arma em mãos.

Após alguns minutos desde o início da ação criminosa, policiais civis que trabalham na delegacia, que fica próxima ao local onde a loja funcionava, entram, rendem o criminoso e veem o corpo do empresário.

O bandido que ficou no interior do estabelecimento não resistiu aos ferimentos e morreu. Seu comparsa até conseguiu fugir, mas foi perseguido e, em troca de tiros com policiais, foi atingido e também acabou falecendo.



Fonte: DOL

Postar um comentário

0 Comentários