Publicidade

Caixa confirma calendário do Bolsa Família de Janeiro (Novo Auxílio Brasil) | Brazil News Informa

Caixa confirma calendário do Bolsa Família de Janeiro (Novo Auxílio Brasil) | Brazil News Informa

Ainda tratando oficialmente como Auxílio Brasil, a Caixa confirmou o calendário de janeiro de pagamentos, quando o nome já deve constar como Bolsa Família, uma das promessas de campanha da nova gestão do PT com o retorno de Lula ao poder.

O banco informou que os pagamentos já estão organizados para os últimos dez dias úteis do mês, seguindo a lógica tradicional do programa, tanto da fase inicial do Bolsa Família quanto do Auxílio Brasil em 2023.

Segundo apurado pelo Canal Consulta Pública, com confirmação oficial da Caixa, os pagamentos começarão em 18 de janeiro, para os beneficiários de NIS final 1, seguindo até o dia 31, para o NIS final 0.

Confira a tabela completa de pagamentos!

Na nota enviada ao Canal Consulta Pública, a Caixa pontua que não tem informações do Bolsa Família. Fontes ligadas ao Governo afirmam que a mudança de nome deve acontecer nos primeiros dias, provavelmente via Medida Provisória.

“A CAIXA, enquanto Agente Operador do Programa Auxilio Brasil, estabelece o calendário de pagamentos conforme modelo operacional vigente, previamente validado pelo gestor do Programa, o Ministério da Cidadania. O pagamento do mês de janeiro/2023 ocorrerá de acordo com o número final do NIS de cada beneficiário, conforme calendário abaixo”, detalhou a Caixa via assessoria de imprensa.
  • NIS de final 1: 18 de janeiro
  • NIS de final 2: 19 de janeiro
  • NIS de final 3: 20 de janeiro
  • NIS de final 4: 23 de janeiro
  • NIS de final 5: 24 de janeiro
  • NIS de final 6: 25 de janeiro
  • NIS de final 7: 26 de janeiro
  • NIS de final 8: 27 de janeiro
  • NIS de final 9: 30 de janeiro
  • NIS de final 0: 31 de janeiro

Fim do Auxílio Brasil e volta do Bolsa Família

O fim do Auxílio Brasil deve ser confirmado nos primeiros dias do novo Governo Lula. Isso, no entanto, não muda toda a logística de pagamentos do principal programa de transferência de renda. A mudança de nome vai migrar toda a base de beneficiários para o novo Bolsa Família.

A Caixa segue como principal agente pagador e as datas devem ser mantidas, principalmente for fatores de conexão entre ministérios, como Saúde e Educação, que enviam acompanhamentos periódicos para a pasta da Cidadania (que mudará para Desenvolvimento Social).

Fonte: Canal Consulta Pública

Postar um comentário

0 Comentários