Publicidade

Quem encontrar ESTA moeda pode ganhar quase R$ 3.000 | Brazil News Informa

Quem encontrar ESTA moeda pode ganhar quase R$ 3.000 | Brazil News Informa

Recentemente, um vídeo de uma moeda de R$ 0,25 viralizou no TikTok. Isso porque, de acordo com os colecionadores, a moeda pode valer até R$ 3 mil. Isso porque, o item possui um erro de emissão, o  chamado “mula”.

Moeda de 25 centavos pode valer R$ 2.800

Primeiramente, é importante destacar que a moeda de R$ 0,25 em questão é a confeccionada em metal prata, que possui o desenho de um hexágono em seu interior. De acordo com informações, trata-se da versão mais antiga da moeda.

O autor do vídeo do TikTok informou que o erro que consta na moeda de 25 centavos é chamado de “mula”, devido ao fato de que possui a “imagem” da moeda de 50 centavos. Ou seja, o lado da “coroa”, onde fica o número, foi confeccionado normalmente, com as listras ao fundo, valor e o hexágono.

No entanto, na parte da “cara”, que deveria ser cunhada a imagem da efígie (face da república) dentro do hexágono, acabou saindo com um erro. Na prática, este lado da moeda ficou igual à da “cara” da moeda de 50 centavos. Logo, a efígie ficou à direita com um ramo de folhas a esquerda.

Portanto, em decorrência desse erro, a moeda de R$ 0,25 está sendo cotada no valor de R$ 2.800, de acordo com o catálogo de colecionadores. Entretanto, é importante salientar que esse preço pode variar conforme o estado de conservação do objeto e o interesse do comprador.

Moeda rara de R$ 1 

O primeiro item procurado pelos numismatas se trata da moeda de R$ 1, criada pelo Banco Central (BC) para as Olimpíadas do Rio.

De acordo com os colecionadores, as moedas confeccionadas para as Olimpíadas do Rio 2016 podem custar de R$ 7 mil a R$ 10 mil atualmente.

É importante informar que, logo quando as moedas foram lançadas, eram muito fáceis de serem encontradas. Porém, com o passar dos anos e uso elas ficaram cada vez mais raras, o que faz com que os numismatas tenham ainda mais interesse.


Postar um comentário

0 Comentários