Publicidade

ESTES são os 11 sobrenomes mais comuns do país: qual é o seu? | Brazil News Informa

ESTES são os 11 sobrenomes mais comuns do país: qual é o seu? | Brazil News Informa

Você conhece a história do seu sobrenome? Ela pode estar relacionada com inúmeros fatores socioculturais. Além disso, a origem dos 11 sobrenomes mais comuns em nosso país é algo que deriva da história de colonização e imigração, além das mudanças ocorridas nos séculos XVIII e XIX.

Assim sendo, fizemos uma lista que pode fazer você se identificar e buscar mais a fundo suas próprias raízes. Vamos lá?

Antes de mais nada, alguns sobrenomes muito comuns no país estão relacionados com a colonização portuguesa, que ocorreu no Brasil. Além disso, considerando a influência de Portugal, outros fatores também têm influência, como o incentivo vindo da migração internacional, que ocorreu nos séculos XVIII e XIX.

Assim sendo, muitos sobrenomes surgiram por conta da cultura escravocrata brasileira, tais como Oliveira, Souza e Martins, que são de países da Europa. Vale frisar, no entanto, que nem todos os brasileiros conhecem as raízes históricas e culturais dos sobrenomes, afinal, o assunto não é tema de estudo da maioria das instituições de ensino.

Origem dos 11 sobrenomes mais comuns do país

1 – Silva

Antecipadamente, cerca de 5 milhões de brasileiros carregam Silva como sobrenome e sua origem deriva de Portugal. Já a sua, portanto, etimologia tem relação com a selva e a floresta.

2 – Santos

Entre as variações “Santos” e “dos Santos” existem cerca de 4,7 milhões de brasileiros registrados. Contudo, o sobrenome tem origem católica e está associado à óbvia ideia de santo.

Durante o período medieval era um sobrenome muito comum para os cavaleiros ibéricos, que nasciam durante a época do Dia dos Santos.

3 – Oliveira

Primeiramente, o nome de origem portuguesa, era muito mais utilizado como alcunha do que como sobrenome, pois indicava quem trabalhava com plantações e olivas.

4 – Souza

É o 4º sobrenome mais popular do país e deriva da palavra “saxa”, que traduzindo do latim significa “rocha”.

5 – Rodrigues

Em síntese, significa o mesmo que “filho de Rodrigo”, afinal, o sufixo -es era utilizado para definir a filiação da pessoa.

6 – Ferreira

O sobrenome, que é original da Península Ibérica, tem os seus primeiros registros no século XI, pois era usado nesse período para designar quem vivia em reservas e jazidas de ferro.

7 – Alves

Assim como Rodrigues, esse sobrenome serve para designar o patriarca de uma família em específico. Além disso, pode ser abreviação de Álvaro ou Álvares.

8 – Pereira

É difícil definir com precisão a origem desse sobrenome por conta da falta de evidências históricas. Apesar disso, estima-se que o primeiro Pereira foi um português que ganhou uma plantação de peras.

9 – Lima

O sobrenome surgiu por conta da proposta de designar a comunidade que vivia no Rio Lima, que se estende entre a Espanha e Portugal.

10 – Gomes

Gomes é um sobrenome que serviu para designar o patriarca de uma família, que modo que represente os “filhos de Gomo”.

11 – Ribeiro

Ribeiro significa rio pequeno e foi um sobrenome utilizado para servir como alcunha para os moradores das regiões banhadas por rios.

Nomes que não podem ser registrados no Brasil
Antecipadamente, você sabia que existem alguns nomes que são proibidos no Brasil? Isto é, considerando a hipótese de registrar um ser humano com os nomes em questão. Ademais, isso acontece porque nomear um indivíduo com alguma palavra que poderá causar situações constrangedores, é completamente ilegal.

Assim sendo, o servidor responsável por realizar os registros do cartório, é obrigado a informar os responsáveis sobre a proibição. Além disso, quando existe algum nome com a grafia incorreta, o servidor também pode alterá-las. Portanto, alguns dos nomes proibidos no país, são:
  • Triângulo;
  • Bizarro;
  • Sujismundo;
  • Rua sem saída;
  • Sem informação;
  • Não declarado;
  • Capô de fusca;
  • Cadáver;
  • Triste;
  • Solitário;
  • Criatura;
  • Lúcifer;
  • Santo;
  • Anjo;
  • Cachorro;
  • Gorila;
  • Miojo;
  • Garrafa;
  • Sem nome;
  • Gringo;
  • Computador.

15 nomes mais estranhos já registrados

De modo geral, o fato de que alguns nomes tenham se tornado proibidos, é um tanto quanto recente. Isto é, antes dessa proibição, diversas pessoas ainda nomeavam seus filhos com palavras um tanto quanto curiosas, e muitas vezes, até mesmo engraçadas.

Apesar dos nomes não apresentarem caráter ofensivo, eles fogem completamente do “padrão”. Ou seja, são nomes que, possivelmente, você não daria para o seu filho. Assim sendo, a lista com os 15 nomes mais estranhos já registrado, conta com:

  • Bandeirante do Brasil Paulistano;
  • Barrigudinha Seleida;
  • Bispo de Paris;
  • Esparadrapo Clemente de Sá;
  • Homem Bom da Cunha Souto Maior;
  • Ilegível Inilegível;
  • Inocêncio Coitadinho;
  • América do Sul Brasil de Santana;
  • Amin Amou Amado;
  • Antonio Manso Pacífico de Oliveira Sossegado;
  • Antônio Morrendo das Dores;
  • Aricléia Café Chá;
  • Ava Gina;
  • Asteróide Silverio;
  • Agrícola da Terra Fonseca.

Nomes mais comuns do Brasil

Meninos
  • Miguel – 28.301; 
  • Arthur – 26.655; 
  • Gael – 23.973; 
  • Heitor – 22.368; 
  • Theo – 19.853; 
  • Davi – 18.304; 
  • Gabriel – 17.159; 
  • Bernardo – 15.935; 
  • Samuel – 15.563; 
  • João Miguel -13.254.

Meninas
  • Helena – 21.890;
  • Alice – 20.381;
  • Laura – 18.448;
  • Maria Alice – 14.677;
  • Valentina – 11.643;
  • Heloísa – 11.355;
  • Maria Clara -10.980;
  • Maria Cecília – 10.850;
  • Maria Julia – 10.235;
  • Sophia – 10.163.

15 famílias mais ricas do mundo

Finalmente, já que falamos de nomes e sobrenomes é interessante saber também quem são as famílias com nomes mais “pesados” financeiramente.

Ao contrário do que muitos pensam, nem todas as famílias são dos Estados Unidos. Ainda assim, existem vários grandes nomes na América do Norte.

Confira a lista de 15 famílias mais ricas do mundo hoje em dia:
  • Família Walton (Estados Unidos): responsáveis pelo Walmart Inc. com riqueza de US$ 215 bilhões;
  • Mars (Estados Unidos): a família conta com US$ 120 bilhões em seu nome e é responsável pela Mars Inc.;
  • Koch (Estados Unidos): as Indústrias Koch possuem US$ 109,7 bilhões;
  • Al Saud (Arábia Saudita): através do petróleo possui US$ 95 bilhões;
  • Ambani (Índia): US$ 81,3 bilhões através da Reliance Industries;
  • Dumas (França): responsável pela Hermès e com US$ 63,9 bilhões;
  • Wertheimer (França): donos da Chanel com US$ 54,4 bilhões;
  • Johnson (Estados Unidos): através da Fidelity Investments possuem US$ 46,3 bilhões;
  • Famílias Boehringer e von Baumbach (Alemanha): US$ 45,7 bilhões pela Boehringer Ingelheim;
  • Albrecht (Alemanha): US$ 41 bilhões graças à Audi;
  • Thomson (Canadá): Reuters deu US$ 40,6 bilhões;
  • Hoffmann e Oeri (Suíça): pela Roche conta com US$ 38,8 bilhões;
  • Mulliez (França): US$ 38,4 bilhões pela Auchan;
  • Cargil/MacMillan (Estados Unidos): US$ 38,1 bilhões;
  • Johnson SC (Estados Unidos): pela SC Johnson possui US$ 37,3 bilhões.

Fonte: 



Postar um comentário

0 Comentários