Publicidade

Patricia Maldonado cobra investigação após morte da mãe: 'Como vou dormir?' | Brazil News Informa

Patricia Maldonado cobra investigação após morte da mãe: 'Como vou dormir?' | Brazil News Informa

Patricia Maldonado, apresentadora com passagens por Record, Band e grupo Globo, desabafou após comentar sobre a morte da mãe no último domingo (21). Em conversa com Splash, ela cobrou os responsáveis pela investigação da morte de Florinda Maldonado Aricó, 74, no dia 21 de fevereiro em Valinhos (SP).

A mãe da apresentadora voltava de uma farmácia com o marido, Vicente Aricó, 75, no momento em que o carro foi atingido por outro veículo, segundo o relato. O motorista envolvido na colisão não prestou socorro às vítimas.

"Nada mudou desde que eu fiz a postagem (no Instagram). O caso está sendo tratado como um acidente de trânsito normal, quando as partes ligam para seus respectivos seguros e seguem a vida, como se tudo pudesse ser consertado. Mas uma pessoa morreu", afirmou.

Patricia disse que o caso é investigado como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. A família pede que a investigação considere dolo eventual, quando o infrator assume o risco de cometer crimes consequentes de sua atitude. Ou seja, não planejou matar, mas sabia que poderia fazer isso ao se comportar dessa forma.

"Quando você sai com um carro e não está seguindo as regras de trânsito, é como se você estivesse com uma arma na mão", comentou ao relatar o comportamento do motorista.

Como eu vou dormir todas as noites sabendo que a minha mãe foi em uma farmácia e nunca mais voltou? Ela não foi vítima de um simples acidente.Patricia Maldonado

Sem informar a causa da morte há seis meses, a apresentadora divulgou os detalhes em publicação feita no Instagram durante o domingo (21). Ela também divulgou um vídeo que mostra o veículo após a colisão.

"Demorei para falar porque não queria expor esta situação. Não sou de mostrar detalhes da minha vida, nem da minha intimidade. Evitamos divulgar nas redes sociais o que realmente dói. Decidi falar por sentir que nada vai acontecer nas investigações", completou.

Sequelas e investigação

Segundo Patricia, as investigações não avançaram nem mesmo após a identificação de um suspeito. Outros fatores, como depoimentos de testemunhas e imagens de câmeras de segurança, foram ignorados pelos investigadores na avaliação do caso, de acordo com a apresentadora.

"Não foi solicitada nem a perícia nos velocímetros dos carros. [...] Pensamos que a Justiça bastaria para investigar, mas não aconteceu", disse. Patricia Maldonado contratou uma advogada para acompanhar detalhes do caso.

Vicente Aricó, pai de Patricia, sofreu uma lesão na bacia após o acidente, mas não passou por cirurgia. "É uma sequela que ele levará para sempre, sem falar na questão emocional. Imagina perder a pessoa com quem você foi casado por 50 anos de um dia para outro?".

"Não sei o que eu diria para essa pessoa (envolvida na colisão). Ela não tem noção do buraco que abriu em minha família. Nada vai cobrir. Quanto menos eu souber sobre ela, melhor", concluiu.

Em contato com Splash, o MP-SP (Ministério Público de São Paulo), que acompanha o caso com a Promotoria de Justiça de Valinhos, disse que considera ser um homicídio culposo após uma análise preliminar de inquérito realizada em 29 de maio.

"Ministério Público vislumbrou a prática dos delitos de homicídio culposo e lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, tipificados nos artigos 302 e 303 do Código de Trânsito Brasileiro, os quais possibilitam a celebração do acordo de não persecução penal, quando requereu algumas providências visando à designação de audiência, as quais ainda não foram atendidas".

Segundo o posicionamento oficial, a manifestação foi reiterada no dia 3 de agosto após a vítima de lesão corporal (Vicente Aricó) formular o pedido de reconhecimento de um homicídio doloso no caso.

Patricia Maldonado está afastada da TV brasileira desde 2015, quando deixou o comando do programa "Band Esporte Clube". Mãe de Nina, 12, e Maitê, 10, ela é casada com o também jornalista Guilherme Arruda e se mudou para Orlando, nos EUA, em 2016.

Fonte: 

Postar um comentário

0 Comentários