Cantor Jorge Moraes é morto a tiros dentro de casa em Belém | Brazil News Informa



Cantor Jorge Moraes é morto a tiros dentro de casa em Belém | Brazil News Informa



Nas redes sociais com muitos seguidores e vídeos, ele se apresentava como Jorge Moraes, “Seresta de Luxo”. Dono de uma voz impecável, as músicas regravadas de sucesso que fazem a festa ecoavam em bares e casas noturnas de Belém além de festas.

Jorge Moraes foi morto a tiros dentro da casa onde morava nesta quinta-feira (4) na rua dos Pariquis, esquina com a travessa Monte Alegre, no populoso bairro do Jurunas, em Belém.

Segundo as primeiras informações, o cantor estava em casa preparando mais um trabalho no computador quando foi chamado pelo nome. Ao abrir a porta, foi surpreendido pelo assassino que, de arma em punho, disparou cinco vezes matando Jorge Moraes.

A esposa da vítima, que estava em outro compartimento do imóvel, se assustou e, ao chegar na sala, acabou encontrando o marido já praticamente sem vida e o assassino em fuga. Ela precisou receber atendimento médico em um hospital devido ao choque que levou.

Uma ambulância do Serviço Móvel Samu 192 ainda foi acionada pela família na tentativa de socorrer o cantor, no entanto, os paramédicos acabaram constatando o óbito.

Informações que circulavam nas redes sociais, afirmaram que Jorge Moraes era filho da cantora Cleide Moraes, a Rainha da Saudade, que morreu em acidente na estrada de Mosqueiro, em julho de 2020. Porém, a família da cantora negou qualquer relação de parentesco com a vítima e informou que ele era um grande amigo da família.

Moradores do local informaram o ocorrido à Polícia Militar, que enviou várias viaturas do 20º Batalhão para o levantamento do local do crime. Testemunhas contaram que dois homens estavam no carro que transportou o assassino até a casa da vítima. Imagens de câmeras de segurança devem ajudar na identificação.

A Polícia Civil através da Divisão de Homicídios esteve no local levantando informações quanto a motivação do crime, não sendo descartada nenhuma possibilidade. A Polícia Científica do Pará confirmou o pedido de remoção do corpo quando passava das 18h. Devido ser bastante conhecido no bairro, dezenas de pessoas se aglomeraram para acompanhar o trabalho das forças de segurança do Estado no local do crime.

Fonte: JR Avelar 

Postar um comentário

0 Comentários