Vídeo: morre motorista de carro que explodiu em posto | Brazil News Informa



Vídeo: morre motorista de carro que explodiu em posto | Brazil News Informa







Os cuidados com a manutenção preventiva são essenciais para o perfeito funcionamento de todo e qualquer veículo, especialmente quando o carro é equipado com sistema para utilizar Gás Natural Veicular (GNV) como combustível.

Na manhã da última terça-feira (26), um homem de 67 anos, identificado como Mário Magalhães da Penha, abastecia seu veículo em um posto de combustível no Rio de Janeiro, quando, de repente, um dos cilindros de GNV explodiu e provocou uma onda de destruição em toda a área.

Com a força do impacto, o forro do posto de combustível foi arrancado e o carro ficou completamente destruído, virando apenas um monte de metal retorcido. As bombas de abastecimento não foram afetadas.

De acordo com as imagens capturadas no momento do acidente, Mário abriu a tampa do porta-malas, onde ficavam os cilindros de gás, e, segundos depois, ocorreu a explosão. Ele chegou a ser arremessado com violência.   
  
Mário foi encaminhado para o Hospital Municipal Salgado Filho, onde foi internado com múltiplas lacerações e em estado gravíssimo. No entanto, na madrugada desta quarta-feira (27), ele não resistiu aos ferimentos.

Uma mulher, identificada como Andreia, que estava na dianteira do carro na hora da explosão e seria esposa da vítima, também se feriu sem gravidade e recebeu alta médica no dia do incidente. 

CILINDRO DE GNV

De acordo com os frentistas que trabalhavam no posto, os cilindros de GNV do carro da vítima, modelo Peugeot 207 Passion, estavam em mau estado de conservação, o que pode ter provocado a explosão.

De acordo com a Associação dos Organismos de Inspeção Veicular, o cilindro que explodiu não foi o que passou pela inspeção do carro pela última vez, em agosto de 2021.   -
  
Especialista no assunto, o engenheiro mecânico Henrique Schneider, de uma empresa de inspeção veicular, comentou que o acidente poderia ter sido evitado.

“A gente está com uma preocupação muito grande porque tem muitos veículos no estado do Rio de Janeiro que estão com a inspeção de GNV atrasadas. Cerca de 60% da frota de veículos que está abastecendo estão com o documento atrasado. Então, pode resultar nisso aí. A gente fez uma consulta e, aparentemente, no aplicativo, consta que o reteste não está em dia. É o ponto principal, um reteste bem feito poderia evitar o acidente. Precisa ter um cuidado na hora do abastecimento, ficar sempre na frente do veículo”, comentou Schneider.





Fonte: Metrópoles 

Postar um comentário

0 Comentários