Guilherme de Pádua não matou Daniella, diz mulher do ex-ator | Brazil News Informa



Guilherme de Pádua não matou Daniella, diz mulher do ex-ator | Brazil News Informa



Atual mulher de Guilherme de Pádua, condenado pelo assassinato da atriz Daniella Perez, a maquiadora Juliana Lacerda foi às redes sociais defender o atual marido. "Pra quem não sabe, não foi o Guilherme que matou ninguém", disse a seus mais de 1.700 seguidores.

As declarações dela vêm na esteira do lançamento de "Pacto Brutal", minissérie documental em cinco episódios que rememora o caso, que completa 30 anos em dezembro. A produção estreia nesta quinta-feira, na HBO Max.

"Procurem saber do caso aí direitinho que vocês vão saber o que aconteceu", disse num vídeo curto, emendando que "coisas absurdas aconteceram" após crime. "Se eu for falar aqui, vai ser muito polêmico, muito chocante pra vocês", disse. "O Guilherme não é assassino de ninguém."

Na noite de 28 de dezembro de 1992, o corpo de de Daniella Perez, atriz em ascensão na Globo, foi encontrado no matagal de uma então pouco adensada Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, com 18 perfurações, a maioria concentradas na região do coração. Na época, ela estava no ar com a novela "De Corpo e Alma", escrita por sua mãe, Gloria Perez.

O relato de uma testemunha levou a polícia a Guilherme de Pádua, colega de elenco da vítima, e à então mulher dele, Paula Thomaz.

Cada um dos dois foi condenado por homicídio qualificado a uma pena de quase 20 anos de prisão, após o júri popular acatar a tese da acusação de que o casal premeditou o crime -ela, por ciúmes do marido; ele, por vingança contra a autora da novela, já que seu papel na trama vinha sendo reduzido. O ator não queria deixar o romance da trama acabar, é o que defende a tese do seriado.

Os dois têm versões diferentes. Paula Thomaz nega que tenha participado. Guilherme de Pádua, que em depoimentos à polícia assumira a culpa, depois passou a sustentar a tese de que a sua então mulher, tomada de ciúmes pela relação dos dois parceiros de cena, é quem teria se atracado com Daniella Perez no matagal.

Guilherme de Pádua e Paula Thomas se separaram logo depois do crime. Hoje um pastor batista em Belo Horizonte, ele se casou com a maquiadora Juliana Lacerda em 2017.

"Casei com o Guilherme porque o amo de verdade e ele é a realização de um sonho em minha vida", disse Juliana ao jornal Extra na época da cerimônia. "Ele é um homem maravilhoso, só quem o conhece sabe o quanto. Ele não é rico, tem um passado triste, mas, mesmo assim, costumo dizer que ele é o meu marido cem vezes mais."


Fonte: FolhaPress

Postar um comentário

0 Comentários