Atualize o app do Caixa Tem para receber as parcelas de R$ 600; confira o passo a passo | Brazil News Informa



Atualize o app do Caixa Tem para receber as parcelas de R$ 600; confira o passo a passo | Brazil News Informa




A PEC que libera os valores de R$ 600 reais para a população que recebe o Auxílio Brasil foi finalmente aprovada. Com isso chegam as ansiedades e preocupações dos beneficiados. Assim, para evitar problemas, entenda o que é necessário deixar pronto antes do pagamento.

Há alguns pontos importantes em relação aos quais todas as pessoas devem ficar atentas para conseguir receber a nova parcela sem maiores problemas. Veja mais a seguir!

Datas de pagamento do Auxílio Brasil!

Antes de tudo, é preciso dizer que o calendário no qual constam as datas de pagamento das parcelas do Auxílio Brasil já está disponível. Ainda, a primeira parcela foi liberada para o grupo de beneficiários no dia 18 de julho, segunda-feira.


É importante destacar que ele leva em consideração o Número de Inscrição Social (NIS) dos beneficiários. Assim, a divisão em grupos é feita com base no número final. Abaixo, você confere o cronograma completo.

  • NIS de final 1: 18 de julho;
  • NIS de final 2: 19 de julho;
  • NIS de final 3: 20 de julho;
  • NIS de final 4: 21 de julho;
  • NIS de final 5: 22 de julho;
  • NIS de final 6: 25 de julho;
  • NIS de final 7: 26 de julho;
  • NIS de final 8: 27 de julho;
  • NIS de final 9: 28 de julho;
  • NIS de final 0: 29 de julho.

Porém, neste mês de julho os beneficiários ainda receberão o valor antigo do Auxílio Brasil, de R$ 400. Isso ocorre porque as parcelas com o novo valor de R$ 600 só serão pagas a partir do mês de agosto, conforme informações. Além disso, o novo valor terá uma duração de 5 meses. Em outras palavras, ele será pago até dezembro.

Caixa Tem precisa atualizar?

O aumento do Auxílio Brasil através da PEC aprovada não é uma novidade para os beneficiários. Mas o que pode ser é a importância de atualizar seus dados através do aplicativo Caixa Tem. 

Atualmente, os pagamentos provenientes do governo acontecem, em sua maioria, através da carteira digital da Caixa Econômica Federal. Por esse motivo, as pessoas que recebem os benefícios através do aplicativo, precisam manter as informações sempre atualizadas. 

Essa não é a única opção de saque do valor. As famílias ainda podem ir de forma presencial a uma das agências do banco para efetuar a retirada do dinheiro. Contudo, o aplicativo é largamente utilizado pela sua praticidade e otimização. 


Além disso, ele oferece diversas vantagens para os beneficiados como: conseguir consultar os valores que serão repassados nos meses seguintes a partir do Auxílio Brasil; encontrar o NIS; ver extratos da movimentação da conta; pedir empréstimo;  efetuar transferência através de TED e DOC; pagar e receber com PIX; dentre diversas outras situações. 


CadÚnico: atualização é obrigatória para receber benefícios!

Além do aplicativo do Caixa Tem, outra atualização necessária de ser feita é a respeito do Cadastro Único do Governo Federal.

O CadÚnico é concebido como um largo banco de dados que permite ao Governo fazer a identificação das famílias que se encontram em uma situação de vulnerabilidade no que diz respeito ao lado socioeconômico.

Pelo CadÚnico é possível saber quais famílias mais precisam de auxílios e demais benefícios com mais urgência. Assim, a atualização do CadÚnico é um passo obrigatório para quem é beneficiário de alguma modalidade de ajuda financeira. É o caso, por exemplo, do Auxílio Brasil.

Recomenda-se atualizar o cadastro a cada dois anos ou, então, sempre que houver alguma mudança de situação prevista no cadastro, como em caso de troca de emprego, alterações no núcleo familiar, dentre outros fatores.

Para atualizar, pode-se ir a um CRAS e se certificar dos documentos necessários.

Como atualizar informações do Caixa Tem?

O primeiro passo é baixar o aplicativo Caixa Tem, caso ainda não possua, em seu celular. Para Android, acesse https://bit.ly/3olzXFj, já para iOS, acesse: https://apple.co/3o0tVcQ. Depois de instalado, abra o programa e faça o login utilizando seu CPF e senha ou com a biometria. 

Em seguida selecione a opção “Atualize seu cadastro”. Tenha seus documentos em mãos e só depois vá em “Entendi, vamos começar”. A primeira parte pede para que você confirme seu endereço. Se ele estiver correto clique em “Sim, está correto”, se não vá e “O meu endereço mudou” e coloque sua nova localização. Por fim, clique em “Próximo”.

Agora o aplicativo te leva para responder sobre sua renda. Clique em “Entendi, vamos lá”. Como pedido, informe sua renda atual, a quantia, o tempo que recebe. Coloque também sua profissão e seus patrimônios. Clique em “Próximo”. 

Nesse momento veja se todas as suas informações estão corretas. Se sim, vá em “Confirmar”. Para finalizar o aplicativo pedirá que você valide as respostas com um documento. Os passos serão exibidas na tela. Após 48h as informações estarão no sistema.


Fonte: Pronatec

Postar um comentário

0 Comentários