fotos intimas e beijo: vaza conversa íntima entre Calabresa e Melhem | Brazil News Informa



fotos intimas e beijo: vaza conversa íntima entre Calabresa e Melhem | Brazil News Informa




Em 2020, o ex-diretor de humor da Tv Globo, Marcius Melhem foi acusado de assédio e importunação intima, e desde então, tenta provar sua inocência e que sua relação com a humorista Dani Calabresa era consensual. Desde 2020, foram ouvidas cerca de 30 pessoas, arroladas pela acusação e defesa. Dentre os depoimentos, estão o de Dani Calabresa e outras seis mulheres, que acusam Melhem de assédio e importunação intima, relação abusiva, abuso de poder, comportamento impróprio e constrangimento.

A humorista faz diversas acusações graves a Melhem que se defende mostrando cerca de 270 mensagens trocadas com a humorista pelo WhatsApp. As conversas mostram um clima quente e de flertes recorrentes entre os humoristas. 

Ao menos, são 27 conversas entre Melhem e Calabresa de 2016 a 2019. Além das conversas, 12 testemunhas foram ouvidas pela Polícia Civil, que em depoimento negaram que houve assédio entre Melhem a Calabresa. Cerca de dez outras afirmam que sabiam que havia assédio, mas nunca presenciaram.

Em sua defesa, Calabresa diz que fingia não perceber os excessos, e tinha sentimentos de medo, receio e ojeriza. Ela dizia que fingia "normalidade" para preservar a sua carreira, e ainda acusa Melhem de tê-la prejudicado na Globo.

O ex-diretor admitiu "que dava em cima" de Dani, após sua separação com Marcelo Adnet em 2017, mas nega ter assediado ou ter feito algo agressivo ou nocivo a ela. Malhem, que estava solteiro desde 2016, afirmou que Calabresa retribuía com mensagens e atitudes positivas, como ter-lhe mostrado fotos intimas e, muitas vezes, mandado textos de cunho adulto a ele. Essas conversas constam dos documentos.

Dani Calabresa alega que desde que chegou na Globo em 2015, Melhem teve comportamento inadequado, "usando as informalidade do meio artístico para agir de forma inapropriada com suas subordinadas", inclusive "não raro excedendo em toques, apertos, tentativas de beijos e comentários lascivos constrangedores".

Se defendendo das acusações, Melhem se utiliza das conversas da época com o objetivo de mostrar a intimidade com Dani naquele período.

Primeira troca de mensagens é de 27 de novembro de 2016, às 21h59:

Calabresa: Obrigada, você me trouxe para trabalhar, mas vc não tem ideia de como sou feliz no Zorra. 2 anos de um trabalho feliz demais! OBRIGADA (emojis com beijinho e corações).

Melhem: Meu amor. Eu que agradeço a confiança. Fico feliz demais com a sua indicação. Tá só começando. Vamos juntos (emoji de coraçõezinhos).

Melhem teria pedido relação com a boca à atriz em troca de contrato

Em 1º de junho de 2017, à 0h00, Dani escreve:

Calabresa: Obrigada mil vezes por lembrar de mim (emoji coração) melhor convite

Melhem: Te amo sem você me mandar uma foto, olha que puro! É nosso! Eu sou eternamente grato por confiar em mim. E vou te fazer muito feliz. Ainda na globo. Tá só começando

Calabresa: Ahahahahaha mostrei sem vc pedjirrrr!!!! Agora vou ter de mandar pro Cinti, pra dá força.. caraca viu rs (emoji triste e coraçãozinho).

Melhem: Hahah pqp! Mostrou e eu lembro de cada detalhe? sofrendo com Cinti e mais gente querida (nota: eles se referem ao ator Claudio Cinti, demitido da Globo havia pouco tempo)

Uma das acusações mais graves, Calabresa diz que, em 4 de novembro de 2017, durante uma festa da equipe do "Zorra", no Rio, Melhem tentou forçá-la a entrar em um banheiro com ele. E que os atores Luis Miranda e George Sauma correram para protegê-la. Sauma negou em depoimento que isso tenha ocorrido. Afirmou, ainda, que só soube da "história de assédio" pela revista Piauí. Miranda ainda não depôs. Duas pessoas que estavam no local e foram ouvidas pela reportagem dizem ter visto a cena e que tudo parecia consensual. Calabresa nega.

Melhem nega e diz que ele e a atriz se beijaram de forma consensual, e expõe o diálogo abaixo:

Melhem: Ei, Dani! Se você lembra o que a gente falou ontem? rsrs ?esse recado prova que a gente trocadia mensagens no dia seguinte (coraçãozinho). Adorei toda maluquice da festa de ontem (emoji de um dançarino e de uma placa 'proibido para menores de 18). O que você não lembrar eu te conto (piscadinha). Beijo, Marcius (o que não é nada frio).

Calabresa: Meu Deus bom dia rs (emojis de macaquinhos tampando os olhos). Não lembro o que a gente "falou", só dos 7 GINS que eu tomei? E de alguns beijos (macaquinho, coração, gotinhas).

Melhem: Hahah bom dia. Eu, como não bebo, lembro de mais um pouquinho. Dos beijos e de algumas coisinhas mais. Adorei toda a loucura de ontem. Entendeu por que não fico nas festas? Eu fico bêbado junto. Manda beijo pra Maíra. Pessoal tava combinando uma festinha/videokê lá em casa sábado que vem, dia 11. Bora? (emojis de piscadinha e beijinho).

Calabresa: Tô saindo do Zorra (macaquinho) ahahah. Mas embalo minha amiga Maira num plástico bolha e mando pra sua casa (piscadinha)".

Em conversa, os humoristas se referem à executiva Maira Perazzo, amiga de Calabresa, que também beijou Melhem naquela noite. Ela foi embora com a atriz quando a festa acabou e depois voltou para São Paulo, onde mora. No mês seguinte, voltou ao Rio e ficou na casa do ator. Em seu depoimento, Perazzo afirmou que não viu assédio e que Calabresa não comentou nada com ela naquela madrugada. Disse que a atriz "poderia ter bloqueado" (as memórias), pois "só falou coisas boas".

No dia 2 de dezembro, Melhem e Calabresa voltam a falar sobre o assunto:

Fonte: UOL

Postar um comentário

0 Comentários