Aprenda a usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras | Brazil News Informa




Aprenda a usar o FGTS para comprar ações da Eletrobras
 | Brazil News Informa



Uma das principais propostas de campanha do presidente Jair Bolsonaro foi a de privatizar empresas e serviços até então controlados pelo Governo Federal. Em 2018, ele anunciou o desejo de desestatizar, pelo menos, 50 empresas estatais.

Até o momento, os processos de privatização avançaram a curtos e lentos passos em instituições como os Correios, Eletrobras, BR Distribuidora, Liquigás e alguns aeroportos administrados pela Infraero.

Principal empresa do setor elétrico do Brasil, a Eletrobras irá emitir novas ações para investidores. Trabalhadores com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) também poderão adquirir papéis da companhia com o saldo disponível.

O uso do FGTS em privatizações já ocorreu anteriormente em três ocasiões: Petrobras, em 2000; Vale do Rio Doce, 2002; e Petrobras novamente, em 2010. Os fundos mútuos são administrados por instituições financeiras.

No processo de desestatização da Eletrobras, foi estabelecido um teto de R$ 6 bilhões para o uso global dos recursos do FGTS na compra de ações na oferta pública. Se as aplicações superarem esse teto, será feito um rateio.

COMO COMPRAR AÇÕES DA ELETROBRAS

Até esta quarta-feira (8), estarão disponíveis as reservas para quem deseja comprar ações da Eletrobras. Os trabalhadores poderão usar até 50% do saldo de cada conta vinculada para comprar as ações.

Porém, no limite de 50%, são levados em conta todos os investimentos deste tipo que o trabalhador tem. Ou seja, se a pessoa tem parte de seu FGTS ainda aplicado em ações da Petrobras e da Vale, esse montante deve ser deduzido para saber quanto poderá ser destinado, agora, às ações da Eletrobras.

O valor mínimo para a aplicação é de R$ 200 por trabalhador. O valor de cada ação será definido no dia 9 de junho e depende da demanda, ou seja, de quantos investidores têm interesse e quanto cada um pretende investir. 

Vale lembrar que, depois de investido, será preciso esperar pelo menos 12 meses para pedir o resgate das ações. O dinheiro então voltará obrigatoriamente para a conta do FGTS do trabalhador, que só poderá sacar nas condições previstas em lei, como demissão sem justa causa, aposentadoria e aquisição de imóvel, entre outras.

TUDO PELO CELULAR

Desde o último dia 27, quando foi lançada a oferta de ações da Eletrobras, todo trabalhador residente e domiciliado no Brasil que possui conta vinculada ao FGTS, ativa ou inativa, já pode simular o saldo disponível para aplicação por meio do aplicativo FGTS, que pode ser baixado nos sistemas operacionais Android e iOs.

Para fazer a reserva de aplicação no Fundo Mútuo de Privatização, é preciso acessar o app do FGTS ou da Caixa para liberar a autorização.

Veja como fazer pelo app da Caixa:

- No aplicativo, você precisa autorizar o compartilhamento de dados das suas contas do FGTS. Assim, a instituição vai identificar qual o valor máximo de investimento que você pode fazer.

- Na tela principal, é preciso clicar na opção "FGTS" .

- Em seguida, clique na opção "Autorizar agente financeiro FGTS" .

- Por último, escolha a opção "Fundos mútuos de privatização" e clique em consultar.

- Ná página que vai abrir, você precisa selecionar a Caixa Econômica Federal como instituição financeira e clicar em continuar.

- Aí você vai ler e aceitar os termos e clicar em continuar outra vez.

- Depois disso, é só inserir sua assinatura eletrônica e você estará pronto para fazer a reserva.

Agora, veja os passos pelo app do FGTS:

- Nesse app, você precisa clicar no menu "Mais". E, em seguida, na opção "simulador de aplicação no FMP-FGTS".

- Depois, você precisa autorizar o fundo FMP-Eletrobras a realizar a consulta das suas contas FGTS e a efetuar a reserva dos valores para aplicação.

- Depois, você vai ler e aceitar os termos.

- Na página seguinte, é a vez de selecionar uma administradora. A participação nos fundos mútuos de privatização pode ocorrer de forma individual ou por intermédio de Clube de Investimento (CI-FGTS) administrado por instituição autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Agora que a liberação foi feita, é necessário realizar a reserva da compra. Veja como:

- No aplicativo da Caixa, escolha a opção "investimentos".

- Na tela seguinte, clique em "Reserva FMP".

- Depois, selecione a opção "Recursos FGTS".

- Na próxima tela, vão aparecer todas as contas do FGTS disponíveis e o recurso máximo que pode ser aplicado de cada uma delas. Clique em continuar.

- Então você precisa habilitar a conta (ou as contas) que deseje usar para essa aplicação e clicar em continuar.

- Aí é só informar o valor que você quer investir e clicar em "Próximo".

- Então você vai ler e concordar com os termos de adesão e clicar em "Continuar".

-Depois disso, é só inserir sua assinatura eletrônica e a reserva estará feita.



Fonte: Noticias Concursos

Postar um comentário

0 Comentários