Vídeo: Mulher dada como morta acorda no próprio velório e bate na tampa do caixão minutos antes de ser enterrada | Brazil News Informa



Vídeo: Mulher dada como morta acorda no próprio velório e bate na tampa do caixão minutos antes de ser enterrada | Brazil News Informa




As autoridades peruanas apuram o caso da mulher, de 36 anos, que “reviveu” no 26 de abril ao ser sepultada na região de Lambayeque, no Peru. Rosa Isabel Céspedes Callaca estava no caixão quando acordou e bateu no caixão momentos antes do enterro. A situação chocou familiares e imediatamente a vítima foi levada ao Hospital Referencial de Ferreñafe – momento de grande tumulto que foi gravado e repercutiu nas redes sociais. Vídeo no final do texto.

Amigos, parentes e conhecidos de Rosa que testemunharam o primeiro velório relatam que ouviram batida vinda de dentro do caixão. Ela chegou a abrir os olhos. O administrador do cemitério acionou a polícia após perceber que Rosa suava. No hospital um médico confirmou que Rosa estava viva, entretanto os sinais vitais eram baixos.
Ela não resistiu e morreu em seguida, ainda na instituição. Os familiares da peruana cobram explicações sobre o ocorrido e apontam duas suspeitas para o que ocorreu com a peruana.

A primeira dá conta de um possível coma enfrentado pela vítima, que tinha sofrido um acidente. “Quando Rosa chegou ao hospital, tinha pulso e o que queremos saber é se ele estava em coma no momento do funeral, é nisso que acreditamos”, afirmou uma tia da mulher.

Também é possível que o caso dela esteja atrelado à síndrome de Lázaro, que ocorre quando uma pessoa volta à vida, mas morre definitivamente pouco depois. A gerência regional de saúde do país é responsável pela investigação.

Rosa era dona de casa e mãe de três meninos, de 5, 11 e 17 anos, que ficaram gravemente feridos no acidente de carro. Eles estão internados com politraumatismo, sem ter conhecimento da morte dela. O cunhado de Rosa, Luis Rodriguez, morreu no mesmo episódio. 

Fonte: Comunidade F7

Postar um comentário

0 Comentários