jornalista é agredida com soco inglês e cassetete por 3 dias; namorado foi preso | Brazil News Informa



jornalista é agredida com soco inglês e cassetete por 3 dias; namorado foi preso | Brazil News Informa




A jornalista sofreu traumatismo craniano, fratura da mandíbula, além de apresentar diversos hematomas pelo corpo.
Após ser mantida em cárcere privado, por três dias, em um apartamento em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, uma jornalista de 37 anos conseguiu fugir após ser agredida. Para as agressões um cassetete e soco inglês foram usados. 

A vítima estava sendo agredida na residência do  namorado identificado como Fred Henrique Lima Moreira, investigado pelo crime e preso ontem pela Polícia Civil. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão temporária por tentativa de feminicídio, estupro, cárcere privado e tortura. 

A jornalista sofreu traumatismo craniano, fratura da mandíbula, além de apresentar diversos hematomas pelo corpo. A maioria dos golpes sofridos foi na região da cabeça

A polícia informou que as agressões teriam começado no último dia 26, quando a mulher foi até a casa do namorado. Após ouvir acusações de infidelidade, ela foi agredida com um cassetete nas pernas, nas costas e na cabeça. A vítima chegou a perder a consciência.


Relatos das agressões

Conforme o depoimento da vítima, ela passou a primeira noite desacordada. Ao acordar, a mulher tentou gritar por ajuda, mas percebeu que havia fraturado o maxilar — o que a impedia de falar e mastigar. Então, teria sofrido uma nova agressão: um golpe que se repetiu nas outras duas vezes em que tentou pedir socorro. 

Ainda segundo o depoimento da vítima à polícia, no terceiro dia, a jornalista tentou fugir, correndo em direção à porta do apartamento, mas foi impedida pelo homem, que a teria sido pega pelos cabelos, e sido desanimada. 

Durante um momento de distração em que a porta foi esquecida aberta, no último dia 29, a jornalista conseguiu então fugir. Ela seguiu direto para a delegacia de Copacabana para registrar um boletim de ocorrência. Fred foi preso na Rua Barata Ribeiro e não ofereceu resistência à prisão. Na casa dele foram apreendidos o cassetete, o soco inglês e também um simulacro de pistola. As armas foram reconhecidas pela vítima. 
 
O  casal estava junto há 8 meses — período no qual Fred já demonstrava um perfil violento. Ele já havia agredido a namorada no dia 31 de dezembro. No entanto, a jornalista não fez registro criminal.

Fonte: UOL

Postar um comentário

0 Comentários