"Câmara de gás": homem morre sufocado em carro da PRF | Brazil News Informa



"Câmara de gás": homem morre sufocado em carro da PRF | Brazil News Informa




Uma abordagem considerada “truculenta” por agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na morte de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos. Toda a ação foi flagrada por moradores de Umbaúba, litoral sul de Sergipe, nesta quarta-feira (25). A ação dos policiais consistiu em contenção no chão e depois colocá-lo no porta-malas da viatura, onde foi jogado dentro uma grande quantidade de gás.

Segundo o sobrinho da vítima, o tio tinha transtornos mentais. “Eles pediram para que ele levantasse as mãos e encontraram no bolso dele cartelas de medicamentos. Meu tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito. Eu pedi que ele se acalmasse e que me ouvisse”, relatou.

Nos registros feitos, é possível ver Genivaldo sendo rendido por dois policiais. Em outro momento, ele é colocado no porta-malas da viatura. Em seguida, a tampa é fechada para que o gás seja arremessado no interior do veículo. Quando o compartimento é aberto, o homem já não se mexia.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) justificou a ação dos agentes, afirmando que Genivaldo teria “resistido ativamente à abordagem”, o que motivaram “técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo” para conter a agressividade do abordado.

O caso é investigado pela Polícia Civil de Sergipe. A família de Genivaldo registrou um Boletim de Ocorrência.

Veja a nota da PRF na íntegra:

“Na data de hoje, 25 de maio de 2022, durante ação policial na BR-101, em Umbaúba-SE, um homem de 38 anos resistiu ativamente a uma abordagem de uma equipe PRF. Em razão da sua agressividade, foram empregados técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo para sua contenção e o indivíduo foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil em Umbaúba.

Durante o deslocamento, o abordado veio a passar mal e socorrido de imediato ao Hospital José Nailson Moura, onde posteriormente foi atendido e constatado o óbito.

A equipe registrou a ocorrência na Polícia Judiciária, que irá apurar o caso. A Polícia Rodoviária Federal em Sergipe lamenta o ocorrido e informa que foi aberto procedimento disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos”.

Fonte: Metrópoles 

Postar um comentário

0 Comentários