Jovem ateia fogo em viatura após apanhar da polícia:" estava tremendo de raiva" | Brazil News Informa



Jovem ateia fogo em viatura após apanhar da polícia:" estava tremendo de raiva" | Brazil News Informa






Um jovem de 22 anos foi preso neste domingo (24) suspeito de atear fogo em uma viatura da Polícia Civil em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá no Mato Grosso. O fato ocorreu nesse sábado. Na delegacia, ele alegou que cometeu o crime, pois havia sido agredido por policiais militares anteriormente.

Conforme a Polícia Civil, por volta das 22h os plantonistas perceberam que a viatura estava sendo incendiada. Eles tentaram apagar o fogo, mas não obtiveram sucesso. Diante disso, o Corpo de Bombeiros foi acionado, e controlou as chamas. O veículo deu perda total, segundo a corporação.

Após diligências, o suspeito do crime foi identificado como um jovem de 22 anos. Segundo a polícia, ele alegou na delegacia, após ser preso, que teria sido agredido por policiais militares, e isso o motivou a cometer o fato.

Devido às labaredas altas, outras viaturas e até a própria delegacia correram risco de serem atingidas. A viatura estava no município de Lucas do Rio Verde há cerca de dois meses, conforme a polícia.

Desabafo nas redes

Por volta das 22h34, morador da cidade de 22 anos postou em sua página na rede social assumindo a autoria do crime. “Nem precisa procurar quem tacou fogo na viatura fui eu”, disse ele na publicação.
 
Na postagem, ele conta que foi abordado por policiais e que eles o agrediram “simplesmente eu estar com uma seda. Nem meu pai bate em mim, eu tenho ansiedade e uso controladamente a maconha como remédio e não é por isso que devo ser agredido”, disse ele.

Ele ressaltou que não estava portando droga e nem mesmo estava fumando no local. Afirmou ainda que não iria colocar fogo em outra viatura e que a atitude foi tomada no momento em que ele estava “tremendo de raiva”.

Postar um comentário

0 Comentários