Vídeo: Homem se toca com bebê no colo e tio abusa de sobrinha | Brazil News Informa



Vídeo: Homem se toca com bebê no colo e tio abusa de sobrinha  | Brazil News Informa


Tem sido alarmante o número de denúncias ocorrências de pedofilia, estupro de vulnerável e tantas outras situações de abusos contra crianças e adolescentes. Mais de 95 mil denúncias de violência contra crianças e adolescentes foram registradas em 2020. Desse total, mais de 14 mil corresponderam a abuso, estupro e exploração intimo. Os registros ainda incluem violência física e psicológica. Os números foram atualizados em abril do ano passado e fazem parte dos dados do Disque 100 – um serviço gratuito para denúncias de violações de direitos humanos. 

Mais dois casos assim foram registrados nesta segunda-feira (7) em Marabá e Parauapebas, ambos municípios do sudeste paraense. 

Em Marabá a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente de Marabá – Deaca, após investigação, cumpriu o Mandado de Prisão Preventiva contra Clínio da Silva Carvalho, vulgo “KEU”. A acusação, que tramita na 1ª Vara Criminal de Marabá contra ele é de estupro de vulnerável e ameaça.

Segundo a Deaca, a vítima é uma menina de 11 anos de idade, que é sobrinha do acusado. As investigações apuraram que os abusos iniciaram quando a criança tinha apenas 9 anos de idade, sendo que Clínio chamava a vítima de esposa e solicitava que ela o chamasse de amor, e não de tio.

Ademais, o custodiado ameaçava matar a criança, caso ela relatasse sobre os abusos, reforçando, inclusive, que adquiriria uma arma de fogo para cumprir tal intento.

"É imperioso ressaltar que o mandado de prisão em referência foi expedido , sendo que, imediatamente, a equipe desta Especializada realizou diligências com o propósito de cumpri-lo, logrando êxito em capturar Clínio, por volta das 16h00min", diz a nota da Deaca.

"O suspeito foi preso e ficará à disposição da Justiça, a vítima ficou com os cuidados da mãe", declarou o Superintendente da 10ª Risp Carajás, delegado Vinícius Cardoso.

Já em Parauapebas, distante cerca de 17 quilômetros de Marabá, também nesta segunda-feira (7) a Polícia prendeu Guilherme Roseno Cantanhede acusado de abusar de um bebê de colo, uma menina de apenas 7 meses.  

De acordo com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher - Deam em Parauapebas, um vídeo de um sistema de monitoramento em frente ao local onde o suspeito estava, flagrou o momento. No vídeo é possível ver o acusado na porta de uma residência, com a bebê no colo, se tocando, vindo logo após a beijar a criança com a língua. 

A equipe policial civil da Deam de Parauapebas, buscando conhecer imediatamente informações da origem e veracidade do vídeo, compareceu na Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão (SEMSI) do município, onde funciona o Centro de Controle de Operações (câmeras de vigilância) órgão que, por meio de avançado sistema de videomonitoramento, registrou o flagrante abuso.

"Confirmado o vídeo e seu conteúdo, a equipe da Polícia Civil se dirigiu ao local do fato, identificou autor e vítima , anunciando voz de prisão em flagrante ao autor do abuso ", descreveu a nota da Deam. 

"Esse indivíduo foi preso em flagrante por crime de estupro de vulnerável, já a bebê foi deixada aos cuidados e responsabilidade da mãe", declarou o Superintendente da 10ª Risp Carajás, delegado Vinícius Cardoso. 


Fonte: DOL

Postar um comentário

0 Comentários