Vídeo: homem invade colégio no Entorno e apanha de alunos | Brazil News Informa



Vídeo: homem invade colégio no Entorno e apanha de alunos | Brazil News Informa




Um vídeo mostra a agressão de dezenas de alunos contra um jovem usuário de drogas que teria ameaçado alguns estudantes logo após entrar no Colégio Estadual Posto Ipê, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF), nesta quinta-feira (10/3).

Segundo a ocorrência da Polícia Militar de Goiás, a confusão começou pouco antes das 7h, dentro do colégio, que fica que na Rua Ceará, no Jardim Jockey Clube.

Confusão

“Tá todo mundo nele”, diz um estudante que acompanhou a confusão, enquanto outro vídeo era gravado por um colega de dentro de uma sala de aula. De acordo com a ocorrência, o homem causou “transtornos”.

Superintendente de Segurança Escolar e Colégio Militar da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), o coronel Mauro Ferreira Vilela confirmou ao Metrópoles que o jovem é usuário de drogas e que aproveitou uma falha de supervisão durante a entrada dos alunos.

“Ele aproveitou uma falha e adentrou na escola abordando alguns alunos, que se rebelaram contra ele. O pessoal percebeu que ele estava drogado e representava certa ameaça. Ele foi agredido por alguns alunos”, contou o coronel.

Por que este ar condicionado de R$317,90 está ganhando o Brasil
O superintendente disse que o usuário de drogas não agrediu nenhum aluno fisicamente, “apenas verbalmente”.


Murros e chutes

As imagens mostram o homem levando murros e chutes de diversos alunos em um dos corredores do colégio. Em outro momento, ele cai e sofre ainda mais agressões dos estudantes que teriam reagido para se defender.

Em seguida, logo após os alunos se distanciarem, o homem é imobilizado por outros dois, conforme mostra o vídeo. No entanto, ele continuou em discussão com os alunos e fez ameaça de morte, apontando o dedo na direção deles.

O homem foi retirado das dependências do colégio por familiares de alunos, que também chamaram a PM. Ao chegar ao local, a polícia o liberou em seguida, já que entendeu que “não havia elementos para a detenção”. A equipe policial, então, foi embora.


Postar um comentário

0 Comentários