Mulher passa mal e descobre pano preso no orifício seis meses após cesárea | Brazil News Informa



Mulher passa mal e descobre pano preso no orifício seis meses após cesárea | Brazil News Informa



Uma dona de casa teve uma grande surpresa após passar meses com mal-estar no interior de São Paulo. Ela descobriu que tinha um pano preso no orifício desde setembro do ano passado, quando deu à luz sua filha caçula.

De acordo com informações do G1, Franciele Cristina da Silva, de 35 anos, passou seis meses com o objeto no corpo. A mulher foi submetida a uma cesárea no Centro de Referência da Saúde da Mulher de Ribeirão Preto (Mater) no dia 30 de setembro.

O incidente, porém, só foi descoberto no fim da semana passada. Na sexta-feira (11), Franciele sentia muitas dores abdominais e tentou evacuar, momento no qual percebeu o pano saindo de seu orifício.

A situação assustou a mulher, que prontamente voltou ao Mater para entender o que estava acontecendo. Após uma tentativa frustrada de retirada manual, ela foi transferida para o Hospital das Clínicas e submetida a uma cirurgia no dia seguinte (12).

Um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado, e a Polícia Civil abriu investigação.

O hospital divulgou nota, na qual manifestou solidariedade à paciente, colocou-se à disposição para esclarecimentos e informou que abriu sindicância para apurar todos os detalhes da assistência prestada e analisar possíveis falhas.


Marido explica ocorrido

Marido de Franciele, Fabiano Moreira da Cruz explicou que o casal tem cinco meninas, de 12, 9, 5 e 3 anos, além da caçula de 6 meses.

Segundo o rapaz, a esposa só começou a sentir dores três meses após o nascimento da última filha, quando procurou assistência médica na maternidade. Ele afirmou, porém, que nenhum exame foi feito.

O problema só foi constatado na semana passada, quando uma tomografia de abdômen e pelve constatou sinais de extensa inflamação no reto após a piora do quadro da mulher.

Após a cirurgia, Franciele recebeu alta e faz a recuperação em casa. “Eu fiquei muito preocupado. Fora que é constrangedor. Foi muito grave, nenhuma mulher deveria passar por isso”, disse Fabiano.


Fonte: Yahoo

Postar um comentário

1 Comentários