Suspeitos de assaltar e arrastar idosa são soltos mesmo após confessar o crime; veja os motivos | Brazil News Informa



Suspeitos de assaltar e arrastar idosa são soltos mesmo após confessar o crime; veja os motivos | Brazil News Informa





Os suspeitos de assaltar e arrastar, por uma rua, uma idosa que estava com o neto de 7 anos, na Zona Norte do Recife, foram soltos mesmo depois de confessar o crime. A Polícia Civil disse, nesta quarta (2), que os dois homens tiveram que ser liberados após prestar depoimento por causa da falta de flagrante e de mandado de prisão em aberto, além de ausência de validação do boletim de ocorrência.

Na noite da terça-feira (1º), a Polícia Militar informou que tinha prendido um dos dois suspeitos. O homem, que não teve o nome divulgado, estava escondido na Rua do Rio, na Bomba do Hemetério, também na Zona Norte da cidade.

O segundo suspeito foi detido em uma ação da Polícia Civil. Eles têm 21 e 22 anos e foram identificados pela corporação.

Na nota, a Polícia Civil afirmou que, a partir de informações recebidas, equipes passaram a fazer buscas pelos suspeitos. A ações aconteceram mesmo sem a queixa ter sido oficializada pela vítima.

Esse, segundo a polícia, foi outro motivo que impediu a prisão dos suspeitos. É que, além da falta de mandado e de flagrante, houve outra questão legal: o registro de boletim de ocorrência não tinha sido validado, como determina a lei.

Ainda segundo a polícia, a vítima deu apenas o primeiro passo para comunicar o crime. Ela chegou a registrar o boletim de ocorrência pela internet, mas não completou a ação para formalizar a queixa contra os suspeitos.

Na nota, a Polícia Civil disse que, ao fazer o registro do boletim de ocorrência de forma virtual, a vítima deve efetuar a verificação da validação dos registros feitos pela Delegacia Interativa.

“Na delegacia pela internet, a pessoa que registrou o caso precisa aguardar até 24 horas para que um policial analise as informações e valide o boletim de ocorrência”, afirmou a Polícia Civil.

Além disso, é necessário esperar que a autoridade policial envie o boletim validado para o e-mail cadastrado pela vítima. Caso faltem informações ou haja alguma outra impossibilidade de gerar o boletim online, a vítima também será informada via e-mail.

Quando foi assaltada, a mulher estava a caminho da casa da cunhada, que se recuperava de uma cirurgia. As câmeras de segurança mostram quando os criminosos passam de bicicleta pela rua. Em seguida, a mulher aparece andando na calçada com o neto, no sentido contrário. Os dois homens retornam e anunciam o assalto (veja vídeo acima).

Um dos bandidos desce da bicicleta e puxa a bolsa da mulher, que cai no chão. Para poder roubar a bolsa, ele arrasta a aposentada pela Rua Gomes Coutinho. O neto da mulher se desespera.

Um carro e um vendedor passam na hora em que a mulher está jogada no chão. Quando consegue pegar a bolsa, o bandido sobe na bagageiro da bicicleta e foge junto com o comparsa.

Postar um comentário

0 Comentários