Mulher morre estrangulada pelo próprio cabelo em entrevista de emprego | Brazil News Informa



Mulher morre estrangulada pelo próprio cabelo em entrevista de emprego | Brazil News Informa




Uma mulher de 21 anos morreu com o próprio cabelo durante uma entrevista de emprego na Bielorrússia. Assistente de loja, Umida Nazarova teve o couro cabeludo totalmente fora no acidente.

Segundo o Daily Mail, a jovem, que estava grávida de quase dois meses, se candidatava a uma vaga de emprego na fábrica Svarmet em Borisov, que produz fios de solda e eletrodos.

Funcionários seniores mostravam a fábrica para ela quando o cabelo da mulher, que estava solto, ficou preso em uma das máquinas, enrolado ao redor do pescoço. Ela foi puxada para dentro do mecanismo e ficou presa e coberta de sangue.

A mãe da jovem, Olga, contou que a garganta dela ficou ferida e que ela só não morreu na hora porque o couro cabeludo foi totalmente arrancado.

“Se seu couro cabeludo não tivesse sido arrancado, ela teria sido morta ali mesmo pelos próprios cabelos.”

No entanto, além de perder o bebê, Umida Nazarova sofreu ferimentos muito graves e, segundo o pai, Dmitry, nunca conseguiu recuperar a consciência e foi declarada morta tempos depois. “Eles tiraram duas vidas”, lamentou.

Negligência - O Comitê de Investigação da Bielorrússia afirmou que o funcionário responsável pela entrevista, um chefe de produção que não teve o nome divulgado, mostrava a fábrica para e parou a apresentação por alguns momentos para fazer um registro.

Quando virou a cabeça, já viu a mulher caída no chão inconsciente e o cabelo dela emaranhado na máquina.

Um tribunal o condenou pelo “não cumprimento de seus deveres oficiais devido a atitude desonesta e negligente… causando a morte de uma pessoa.”

Fonte: Tnh1

Postar um comentário

0 Comentários