Loja feminina proíbe entrada de homens (e aceita pets) após casos de assédios contra clientes e vendedoras | Brazil News Informa



Loja feminina proíbe entrada de homens (e aceita pets) após casos de assédios contra clientes e vendedoras | Brazil News Informa

Uma empresária cearense resolveu barrar a entrada de homens em sua loja para evitar o assédio às clientes e vendedoras. Andrea Costa, que é dona de uma loja de roupas e acessórios em São José dos Campos, interior de São Paulo, fixou cartazes no estabelecimento informando que homens não são bem-vindos, mas os pets têm acesso livre. 

"Eles (homens) entravam na loja, ficavam atrás das mulheres, quando não era depreciando o corpo delas, era olhando para elas trocando de roupa no provador através das cortinas. Temos um estúdio de fotografia dentro da loja e muitos homens vinham e entravam apenas para olhar as modelos", afirma a empresária em entrevista ao G1.

Os indesejados são direcionados a um ambiente exclusivo criado pela empresária enquanto aguardam suas mulheres, mas sem acesso visual ao estúdio.  

No estabelecimento não são aceitos “homens que depreciam o corpo das mulheres, que traem suas companheiras e flertam com as atendentes do estabelecimento”, diz um dos cartazes.


Fonte: Brasil247

Postar um comentário

0 Comentários