Pai é suspeito de pagar para estuprarem o filho deficiente de 12 anos, em Minas | Brazil News Informa



Pai é suspeito de pagar para estuprarem o filho deficiente de 12 anos, em Minas | Brazil News Informa

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu um homem de 42 anos por um crime brutal na cidade de Águas Formosas, no Vale do Mucuri. O suspeito pagava para que homens estuprassem o próprio filho, um menino de 12 anos que possui deficiência mental. 

A prisão ocorreu durante a operação Cambion, realizada nesta segunda-feira (6), e que tinha o objetivo de prender suspeitos de envolvimento em crimes contra a dignidade intima. Além do pai da vítima, foram presos quatro homens suspeitos de serem os abusadores do menino.

Os presos de 19, 33, 37 e 42 anos vão responder por estupro de vulnerável, já que além da vítima ser menor de idade, ela ainda é uma pessoa com deficiência mental. Os homens já foram encaminhados ao sistema prisional e estão à disposição da Justiça. 

"Três deles foram presos preventivamente a pedido da Polícia Civil e um deles com cumprimento de mandado anos atrás. Um dos crimes chocou particulamente a comunidade local por ser cometido pelo próprio genitor da vítima que financiava a prática de atos intimas libidinosos comseu próprio filho", contou o delegado Lucas Damas Garlipp Provenzano. 

A operação foi desencadeada em outubro deste ano após levantamentos sobre suspeitos já condenados por estupro de vulnerável. "À época, foram cumpridos dois mandados e realizada uma prisão em flagrante. Um homem, de 72 anos, foi preso em 19 de outubro; um de 76, no dia seguinte e um de 44, no dia 21 do mesmo mês. Todos foram detidos pelo mesmo crime: estupro de vulnerável", informou a Polícia Civil.

Fonte: O tempo

Postar um comentário

0 Comentários